8 de dezembro de 2012

Tempo

Sentada na areia olhando p mar.

Cada onda arrebenta no mesmo compasso da anterior. Cada uma de seu jeito, mas todas sincronizadas pertencendo a mesma canção.

Fico observando mais algumas horas, alguns dias essa sinfonia discreta e igual.

Todos os dias.

Até que me jogo no mar. Enfrento sua ondas de frente.

Umas arrebentam no meu rosto, deixando marcas e muita dor. Outras apenas me lembram que tenho que estar alerta. Outras parecem me confortar para continuar em frente.

Sem pensar no que irei encontrar, sigo a trilha de espuma. Meu braços doem. Meu corpo doí. Minha cabeça gira. A luz do sol me cega, e a sede é insuportável.

Uma onda forte e me joga para longe.

Me ergo, respiro fundo. Seco as lágrimas, cuido das feridas.

Espero mais uma brecha de calmaria, e me jogo novamente. Sigo o caminho que já conheço. Piso nas pedras do fundo, com total conhecimento.

Entro na zona de guerra, onde a grande onda me jogou longe. Paro, respiro, fecho os olhos, e como um estouro de manada, dou minhas braçadas.

Estouram no rosto, no corpo, me machucam, sinto sangue na garganta. Mas tenho chegar na nascente.

Passo novamente pelas pedras. Estou calejada e não sinto dores, deve ser a adrenalina. O corpo todo formiga, e cada braçada é uma tortura.

Estou perto de onde quero chegar, e vejo a calmaria, e a luz do sol, como um oásis no deserto.

Estou em mar aberto.

Calmo, tranquilo. Eu, o mar e o sol. Posso soltar meu corpo, relaxar todos os músculos tensos. Já não sinto câimbras. E nem sede. Só sinto o mar, o sol e o entorpecimento da conquista.

É tudo novo, e ganhei a grande batalha contras as ondas. Me sinto gloriosa. 

Olho para cima. Uma nuvem negra esconde meu sol. Ouço trovões, vejo relâmpagos. Onde foi parar toda aquela paz?

O meu calmo mar, se torna agitado, violento, e onde era calmaria, vira um inferno.

Luto com meu corpo que se acostumou com o repouso e com a falta do chão sob meus pés. 

A tormenta se aproxima. 

Não tenho noção de onde estou, meu braços não conseguem aguentar as ondas e os jatos. Começa a tempestade.

Vento, onda, onde será que estou? 

Uma grande onda se forma. Vem rápido em minha direção. Não tenho como escapar. Me entrego a sua violência.

Sinto todo o impacto, quebra meu corpo. Se diverte comigo. Não passo de um brinquedo em seus braços. 

Em transe, não sinto sua força, mas vejo como se diverte. Lança meu corpo alto. Adormeço.

Abro meus olhos. Minhas costas estão na areia da praia. O sol me cega. Mas não sinto nada, não consigo me mexer. Mas o sol é tão bom.



27 de novembro de 2012

Felicidade x Problemas

Este ano foi - está - sendo foda.

Mudei a minha vida inteira, tomei decisões, quebrei a cara, cai, levantei, corri atrás, deixei passar, briguei, fiz as pazes, discuti, bebi (demais), descobri verdadeiros amigos, descobri um bando de fdp também, conheci bares, baladas, restaurantes, comidas estranhas, comidas maravilhosas.

Tive fases negras que não pareciam ter fim. 

Chorei, mas chorei demais. Cada lágrima com seu significado.

Mudei de trabalho, 2x, de empresa e de atividade, e sabe que curti. Mirei numa coisa e acertei onde quero chegar.

Fui nos shows que eu quis. Assisti um bocado de filmes.

Bebi feito uma condenada na Oktoberfest.

Xinguei todo mundo que queria xingar.

E agora estou até jogando video-game... Desbloqueei a medalha bronze: meu 1º MMO (não me pergunta como funfa pq não entendi patavinas).

No final, as coisas estão se ajeitando.

Hoje, estou extremamente feliz, ainda falta coisinhas para por no lugar, mas confesso que isso está superando todos os momentos ruins e estou, enfim, em paz e de bem comigo mesma, e com o meu mundo.

20 de novembro de 2012

Red Bull fazendo meu queixo cair desde...

Tá ai uma empresa que não cansa de me surpreender.

Já chega o épico vídeo do salto de paraquedas do espaço, o Red Bull Strato, que é foda. Se vc não viu, em que mundo vc vive hein??? Não tem internet lá??? 

Tá... Veja ele aqui ó

E agora, depois de ter tirado um feriado longe da internet e afins... Ok, eu acessei pelo celular, mas não se compara ao meu note, que só foi ligado hoje. Sim, sou boazinha e dei férias ao meu bebê.

Passeando pelas internets vi essa propaganda da Red Bull. MUITO FODA.

Confiram!



Dá orgulho da minha profissão hein!

10 de novembro de 2012

Eu traí

Traí meus instintos,
Traí minha honra,
Traí meus impulsos,
Traí meu corpo,
Traí minha música,
Traí minha família,
Traí meus cachorros,
Traí minhas vontades,
Traí minha compaixão,
Traí minha moral, minha ética e meus costumes,



Traí tudo que eu acredito e tudo q eu confio,
Traí minhas vontades,
Traí minha conta bancária,
Traí meu sexo,
Traí meu cabelo e minhas unhas,
Traí quem e amava e quem eu amo,
Traí meu espírito,
Traí minha alma,
Traí a minha vida.



22 de agosto de 2012

Gatorrada

Uma das melhores propagandas que já vi


Realidade

Tento achar um nexo.

Uma direção a seguir, me agarro no tronco que a enxurrada trouxe.

Sonho, planejo, fantasio sobre o que não posso. Na verdade nem deveria me sentir desse jeito, é contra meus próprios principios, mas tem coisas que nem dentro de mim consigo ter as rédeas.

Não sei como seria a minha vida sem poder sonhar, sem poder olhar no horizonte e dizer que quero, que posso, que seria melhor assim.

Me faz bem, olhar para frente e tentar traçar um caminho, sei que não controlo a viagem, mas quero ter a sensação de pelo menos estar no caminho.

Aí, vem a sacana da Realidade. Faixa preta em todas as artes marciais terrestres e extraterrestres. Acerta a boca do meu estômago sem dó nem piedade.

O castelo de areia q levei dias p construir, o mar leva e não deixa nem a pazinha para eu tentar reconstruir de novo.

Fico sentada na beira do mar, olhando a destruição, me culpando por não ter construido a merda do castelo longe da água.

Sabia que isso que aconteceria, mas confiei na maré baixa.

E se não fizesse isso, iria ser covarde com meu coração, mas estou sendo fdp com a minha razão.

E não tenho coragem de descer do barco. E olha que tenho pavor de barcos e afins.

Mas o que posso fazer? Senta e chora. Fdp.

22 de junho de 2012

Seu Pai Dançando

Meu pai não faz isso pq é muito carrancudo, mas serve de um guia, ou até mesmo fazer um bingo para casamentos quando os tios solteiros começarem a dançar.


Imagino as cartelas e a empolgação da mesa dos "sobrinhos".

21 de junho de 2012

Dissecando a Arte

Peças muito legais criadas pela DDB Brasil para divulgar a MASP Art School


Dalí, Picasso e Monet.


Vi no Poows, um dos melhores sites de arte que conheço.

20 de junho de 2012

Consumidor fiel x Fãs da marca

Qual é a linha entre ser fiel a marca e ser fã da marca?

Porque esses doidos marcaram sua marca favorita na pele? Qual a relação que cada um tem com essa marca para fazer isso? É só status? Identificação com a marca?

Depois da internet, das redes sociais tornando as relações humanas mais estreitas, a relação com as marcas também passou por uma grande revolução. 

Já podemos dialogar com a marca favorita no conforto de casa, pelo Twitter ou Facebook. Mesmo que seja só para reclamar, que muitas vezes vejo o Twitter como uma grande latrina.

Mas e agora, nesse momento ONLIFE, como transformar seu cliente fiel em fã da marca? Mas fã mesmo, aquele cara que realmente interage, critica, faz sugestões, chama outros para se tornarem fãs, e não aquele cara que dá "curtir" e cabô.

E o que distingue "sou fiel a tal marca" do "sou fã de tal marca"?

A dona de casa que só compra o Omo porque realmente tira as manchas, é apenas essa característica que importa para que esse produto seja Top Of Mind, ou por causa das propagandas criativas que sabem atingir o público-alvo? Mas se o orçamento apertar e a dona de casa comprar o concorrente da propaganda da mulher forte e ele resolver o problema do mesmo jeito?

Fidelidade de marca é igual ao amor: se passar uma marca mais gostosa oferecendo mais carinho pelo mesmo preço ou menos, pode ter certeza que corações irão balançar.

Mas fala para o motociclista (chama de motoqueiro para você sentir a encrenca) que tem uma Harley que sua Vespa é melhor, é quase o mesmo que pedir para morrer, podia até ser considerado suicidio.

Ou quer ver um piti: fale mal de Melissa para uma melisseira, cara...

Mas o que a Harley e a Melissa tem comum? São fãs da marca, não são corrompidos tão facilmente. São equivalentes a um fã de uma banda. 

As mudanças nas plataformas de diálogo com o consumidor ajudam nessa transformação. Como o marketing para a mídia social, sim isso influência e muito no comportamento e na tomada de decisão do consumidor. E é claro, transforma fiéis em fãs.

Mas falando em propaganda, em marketing da marca, qual a diferença?

Em Social, um fã gera conteúdo, cria conexões com outros fãs, faz a propaganda para a sua, interage, discute, ajuda outros consumidores, alguns fãs são até apelidados carinhosamente de "evangelizadores", ou "advocates", dependendo da situação. Não é aquela página estática que só fala da marca, que ela é linda cheirosa e gostosa, mas uma página que entende seus consumidores, sabe onde vão, como vão, é uma marca que não fala só do core, mas cria um universo com seus fãs e a marca. Quer coisa melhor que seu consumidor defender e ajudar a sua marca pelo simples prazer de ajudar porque realmente gosta e se identifica com ela?

É claro que os exemplos citados correspondem a marcas distintas com planos de comunicação distintos, porém o objetivo é o mesmo: fidelizar. O que hoje acontece é bum da informação. Mesmo uma dona de casa que não sabe ligar um PC é influenciada pela internet, pelos programas de TV, conversas com filhos, netos, etc. O informação está tão intrínseca na nossa vida que não notamos o bombardeio que sofremos todo dia. A marca que souber lidar, que tiver um planejamento correto e adaptável ao constante fluxo de informação e souber trabalhar cada oportunidade da maneira mais rentável, consegue ganhar fãs. Social não é apenas ter um perfil e um carinha para alimentar. Também tem que estar no planejamento de comunicação/marketing, tem que ter objetivo e realmente ser viável, tem que ter pesquisa, minha gente.

Você se lembra do Magazine Luiza, quando a Luiza estava no Canadá?

25 de maio de 2012

Fazendo uma boa Breja!



Ainda não tive o prazer de provar essa cerveja, mas pela propaganda deve ser óteema. Entrou para lista!

23 de maio de 2012

21 de fevereiro de 2012

Ambiente de Trabalho

São poucas empresas que investem no bem estar do funcionário no ambiente de trabalho.

A real é que passamos mais de 8 horas nesse ambiente, é mais tempo do que passamos em casa, é muito mais produtivo e prazeroso se o trabalho for assim:















Só podia ser um dos escritórios do Google, esse tem a temática de uma nave espacial...

Tá bom, tá bom, não precisa ser assim ao pé da letra, maaaaaaas não custa muito mudar as paredes branco-gelo, né.

Por que Deus não dá asas a cobra, hein?

Via OButecodaNet

20 de fevereiro de 2012

Perfeição

Essa semana foi horrível para mim, perdi a pessoinha de 4 patas que mais amei, e amo, neste mundo.



Um pedaço do meu coração foi com ela, e cada dia mais, percebo que sem esses anjos de 4 patas, a vida seria bem mais difícil e insuportavelmente chata.

Essas criaturazinhas que não veem defeitos, dinheiro, ou tristeza. Só os humanos que veem, veneram e enaltecem todas as coisas ruins.



Marry, te amo demais.

Tira do Mentirinhas

19 de fevereiro de 2012

Você não suporta mais a “Ai Se Eu Te Pego”?

Não farei nenhum comentário sobre aquela coisa do Michel Giló




Brains

Eu sou cagona demais para algumas coisas, isso inclui filmes de terror e etc etc etc. Porém, curto um zumbizinho, e adoro HQs, apesar de não ter lido muitas por pura preguiça mesmo.

Umas das HQs que eu recomendo - Seu Creysson fellings - é The Walking Dead, que, confesso, ainda não tive a santa paciência para assistir.

O que todo mundo que frequenta este lugar chamado internets, que a série é pra lá de bem feita, com efeitos especiais feitos com muito carinho e dedicação.

A Fox está promovendo a 2ª temporada e armou essa ação num cinema em Johannesburg, na África do Sul, durante um trailler fake de uma comédia romântica.


Muito legal né?

Vi no FuckNo!Zombies

11 de janeiro de 2012

Fotos que marcaram 2011

Comecei a ver a Fotografia com outros olhos na faculdade. Conheci todo o trabalho por trás de uma boa foto, toda a magia, o tempo, a luz...

Me apaixonei mesmo e até arrisco uns cliques por aí (estou devendo algumas aqui, eu sei) e não vejo a hora de sobrar (hahahaha) uma graninha pra comprar a minha câmera pró, e realizar meu pequeno desejo de clicar os painéis de grafite aqui pela ZN...

Admiro muito Fotojornalistas, pois fotografar com a "obrigação" de passar o sentimento, a informação, a tragédia, com sangue frio, coragem de estar ali, no meio da guerra, só para escancarar ao mundo e, às vezes, dar aquele tapa na cara "ei, se toca, tem gente pior que vc, tem coisa bem pior que sua vidinha aqui". Largam a família, para jogar a merda no ventilador, e a realidade na nossa cara.

Vi no O Buteco da Net (e já faz um tempinho) uma seleção das melhores fotos jornalísticas de 2011, e claro, não hesitei em compartilhar com todo mundo.

Impressionantes, chocantes, intrigantes:



Antes e depois da passagem do Tornado Joplin, Missouri, em 22 de maio.



Manifestante exibe "suas partes" para a polícia de choque em um protesto de trabalhadores europeus e representantes sindicais, exigiam maior proteção nos empregos dos países europeus, em Bruxelas, 24 de maio.



Polícia de Uganda usa spray com água colorida em líderes partidários de oposição. 10 de maio.



Dog permanece ao lado do caixão do seu dono, soldado Jon Tumilson, um dos 30 soldados mortos no Afeganistão. Os bichos sempre são superiores. 6 de agosto.



Olha o Furacão Irene ai, se aproximando da costa leste dos EUA. Fotogênico hein.



Robert Peraza, que perdeu seu filho Robert David Peraza, no 11/09. Ele fez um minuto de silêncio sobre o nome do filho, na piscina da Memorial.



O força do tsunami no Japão, arrastou o Yuri Hama, um barco de turismo até o teto desse estabelecimento.



Mãe conforta filho em Concord, Alabama, próximo a sua casa, completamente destruída por um tornado em abril.



Uma mulher dispara um rifle AK-47 enquanto reage à notícia da retirada das forças do líder Muammar Gaddafi de Benghazi, em 19 de março. Eu não consigo "palpar" como um homem, de carne e osso, que se acha maior, melhor, superior à outro homem, tb de carne e osso, e por isso, fazer dele um servo, um objeto, fazer o que quiser.



Rebelde líbio segura arma dourada que pertenceu a Gadhafi. Me diga: pra quê?



Mulher salta de prédio em chamas durante motins em Londres, em agosto.



Dorli Rainey, de 84 anos, foi atingida por spray de pimenta durante marcha pacífica em Seattle, Washington. Ela teria sido jogada ao chão e pisoteada, mas felizmente um manifestante conseguiu salvá-la.



Manifestante é pulverizada no rosto por spray de pimenta em protesto em Portland.



Membros da equipe de segurança nacional recebem notícias sobre a missão que encontrou o Osama bin Laden. 01 de maio. D-Ú-V-I-D-O. Enterro no mar? Sei...



Vulcão Puyehue, no Chile, entra em erupção, causando cancelamentos de vôos na América do Sul, Nova Zelândia, Austrália e forçando mais de 3000 pessoas a fugirem. Lindo e perigoso.



Uma vista aérea de danos causados pelo tsunami japonês.



Uma garota isolada, em triagem por conta da radiação em Nihonmatsu, Japão, brinca com seu dog. 14 de março.



Mihag Gedi Farah, uma criança de 7 meses, é atendida em um hospital de campanha do Comitê Internacional de Resgate, na cidade de Dadaad, no Quênia. O bebê recuperou-se completamente. Tá vendo? Isso não gera tanto Ibope quanto Mulheres Ricas, mas quem realmente precisa de alguma coisa?



Carros são abandonados em Shore Chicago Lake Drive durante a “Snowpocalypse”, em fevereiro. Tenho um medo de ficar presa na neve, ainda bem que moro em São Paulo... Que posso ficar presa numa enchente, mas enfim...



Duas luzes brilham onde ficava o antigo World Trade Center em memória ao 10º aniversário do 11/09.



Uma tempestade de areia monstruosa chega a Phoenix, Arizona, em julho. Ai meu cabelo...



Mulher segura-se em um poste numa das ruas alagadas de Bangkok, em 24 de outubro.



Noiva angustiada tenta suicídio na China após seu noivo abruptamente cancelar o casamento. Ainda com seu vestido de casamento, ela tentou se matar pulando da janela do sétimo andar de um edifício. Antes de cair, um homem conseguiu segurá-la. Homens...



Policial acerta soco no rosto de um estudante no Chile. Os estudantes exigiam um novo quadro para a educação.

Sem mais.

5 de janeiro de 2012

Voluntários para Catástrofes

Eu sou cagona, assumo. Não pede para socorrer uma pessoa machucada, você vai ter que chamar uma ambulância para mim também.



Filmes como Jogos Mortais então, NEM PENSAR, mas é bem irônico gostar death metal...


E por causa desse meu medinho, admiro muito quem tem coragem: bombeiros, pessoal do SAMU, etc e etc.

Do pessoal que é voluntário então? Tenho até inveja... Sou bundona demais.

E, por acaso, estava eu aqui sentada no meu sofá assistindo TV, passou uma reportagem onde o Ministério da Saúde está a procura de voluntários, na área da saúde, em todo Brasil, para trabalharam em catástrofes.

Estes profissionais farão parte da Força Nacional do SUS e atuarão em momentos críticos, a meta é selecionar 1000 voluntários e a partir de fevereiro de 2012, estes começarão treinamentos específicos em seus estados de origem.

Para saber mais, clica aqui Portal da Saúde.

Pessoal divulgue à todos seus amigos que trabalham na saúde!





3 de janeiro de 2012

Fita Adesiva

Custei a acreditar, mas as imagens ai embaixo são realmente feitas com FITA ADESIVA, é manolo.




Fodástico né, o pai disso tudo é Max Zorn.


No site do cara tem muito mais coisa legal www.maxzorn.com

Vi no TaeDai